domingo, 2 de outubro de 2022

A fé dos portugueses


Ano C - XXVII domingo comum

 

- Senhor, aumenta a nossa fé.

- O mais importante não é o tamanho, mas o como… A fé deve ser como um grão de mostarda – Não interessa o tamanho, mas a capacidade de crescer.

A nossa fé é a mais pequena de todas

De facto, em todas as outras línguas ou idiomas a palavra para traduzir a fé é muito mais longa do que em português e em espanhol.

Em hebraico – Emuná

Grego – Pistè

Latim – Fides

Alemão – Glaube

Russo – Vera

Italiano – Fede

Francês – Foi

Inglês – Faith

Só nós temos apenas duas letras para a palavra fé.

Porquê?

Porque cumprimos o evangelho – a fé é uma pequena semente, mas grande na capacidade ou potencialidade.

A nossa fé, a mais pequena de todas as línguas, é autenticamente um grão, uma semente.

 

Ver também:

Pároco pede aumento

 

quinta-feira, 29 de setembro de 2022

Os anjos não têm asas


Festa dos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael

Perguntei se os anjos tinham ou não asas?

- Nós pensamos que sim, mas no céu não precisam de asas.

- Pois eu digo-vos que com certeza os anjos não têm asas, mas têm penas, muitas penas.

Têm muita pena de não serem como nós… têm pena não poderem escolher amar a Deus como nós, têm muita pena de não poderem sofrer como nós, têm muita pena de não serem humildes pecadores para serem salvos como nós. Estas são as penas dos anjos. Eles podem não ter asas, mas têm muitas penas...

 

Perguntei no final da celebração qual era o arcanjo preferido de cada paroquiano presente.

A resposta foi unânime – São Miguel.

E a escolha não foi para ser cortês com o Arcanjo que dá à ilha onde vivemos.

É que São Miguel está ao nosso lado no combate contra o mal.

De facto, de que vale a alegria ou o lírio de São Gabriel ou a caridade ou a medicina de São Rafael, se caímos nas mãos do maligno?

Lutemos com São Miguel porque não há ninguém como Deus.

 

Ver também:

A função dos anjos

Os anjos de São José

 

domingo, 18 de setembro de 2022

Ninguém é filho de 2 pais


Ano C – XXV domingo comum

É impossível ser fiel a um Deus, que é o Pai de todos, e ao mesmo tempo viver como escravo do dinheiro e dos próprios interesses.

Só há uma maneira de viver como um filho e filha de Deus: e essa maneira é viver como «irmão» dos outros.

Aquele que vive apenas ao serviço de seu dinheiro e seus interesses não pode ocupar-se dos seus irmãos e irmãs e, não pode, portanto, ser filho fiel de Deus.

 

Ver também:

Pregando com as mãos

Ou tudo ou nada

Dois senhores

 


sexta-feira, 16 de setembro de 2022

Jesus entre as mulheres


6ª feira – XXIV semana comum

Naquele tempo Jesus ia caminhando por cidades e aldeias a pregar e a anunciar a boa nova do reino de Deus.

Acompanhavam-no os doze bem como algumas mulheres… que serviam Jesus e os seus discípulos com os seus bens.

 

Jesus ensina não só através das suas palavras.

Ensina também com o exemplo, com o seu modo de viver, pois ensina o que vive e vive aquilo que ensina.

Ensina também com as ações, com os gestos, com as suas intervenções ou milagres.

Ensina através do caminho, ensina na estrada, no mar, no monte, no campo.

Ensina com aquilo que observa, vê ou aponta.

Ensina através da Escritura, da oração, da história e das histórias ou parábolas.

O trecho do Evangelho de hoje mostra outra maneira de Jesus ensinar: através da companhia que tem.

Jesus ensina aqueles com quem anda, mas também ensina através deles.

A sua companhia é uma grande lição para todos.

Acompanhavam Jesus um grupo de discípulos e um grupo de mulheres.

Que lições nos quer dar através da sua companhia?

- Que ser discípulo é acompanhá-lo por cidades e aldeia a pregar e anunciar o Evangelho.

- Que a exemplo das mulheres é preciso dar filhos a Deus e dar Deus aos filhos.

- Que seguimos a Cristo não para sermos servidos, mas para servirmos.

- Que servimos através do que temos, do que somos e do que recebemos.

- Que a melhor maneira de servir é acompanhar a Cristo e os seus amigos.


Memória dos Mártires São Cornélio (Papa) e São Cipriano (Bispo), séc III

Foram pastores dedicados e mártires invencíveis.

Sejamos nós discípulos aplicados e testemunhas corajosos.


Ver também:

Modelo feminino

Igualdade do género

O credo das mulheres

 

quinta-feira, 15 de setembro de 2022

Junto da Cruz estava Maria


Memória da Virgem Santa Maria das Dores

Porque é que Maria estava junto à cruz?

 

1º - Porque onde está Jesus está Maria.

E onde está Maria está Jesus.

 

2º - Para que Jesus pudesse entregar o discípulo à sua mãe.

E pudesse entregar a sua mãe ao discípulo.

 

3º - Porque Maria é o espelho da comunidade da Igreja que está aos pés da cruz. A igreja só se compreende aos pés da cruz.

 

4º - Para nos lembrar que ela está sempre aos pés da cruz de cada um, da nossa cruz de cada dia. Onde há uma cruz aí encontramos Maria.

 

5º - Para que possamos rezar: Rogai por nós agora e na hora da nossa morte.

Maria está presente na hora da morte do seu filho, para que peçamos que esteja também presente em todos os momentos da nossa vida e na hora da nossa morte.

 

Ver também:

Nossa Senhora das Dores

Dores de Maria e de José

A cruz de Maria

Martírio de Nossa Senhora

 

quarta-feira, 14 de setembro de 2022

As sete palavras da cruz


Festa da Exaltação da Santa Cruz

AS SETE PALAVRAS DA CRUZ – Lucas 23.33-34

A primeira palavra que Jesus pronunciou da cruz, foi uma PALAVRA DE PERDÃO. Foi quando Ele disse (Lc 23.34): Pai, perdoa-lhes, pois não sabem o que estão fazendo.

A segunda palavra que Jesus pronunciou do alto da cruz foi uma PALAVRA DE SALVAÇÃO. Eu lhe garanto: Hoje você estará comigo no paraíso.

A terceira palavra que Jesus pronunciou na cruz, foi uma PALAVRA DE AMOR.

No evangelho de João está escrito (19.25-27): Perto da cruz de Jesus estavam sua mãe.

A quarta palavra que Jesus pronunciou do alto da cruz, foi uma PALAVRA DE ABANDONO.

Jesus disse (Mc 15.34): Meu Deus! Meu Deus! Por que me abandonaste?

A quinta palavra da cruz foi uma PALAVRA DE HUMILDADE, quando Jesus disse, (Jo 19.28): tenho sede.

Mas, a sexta palavra de Jesus na cruz foi uma PALAVRA DE VITÓRIA, quando disse (Jo 19.30): tudo está consumado.

No grego é a palavra tetelestai, que significa está pago, está quitado, não deve mais nada.

E a sétima e última palavra de Jesus na cruz, foi uma PALAVRA DE ENTREGA, porque diz o texto (Lc 23.46): Jesus bradou em alta voz: Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito.

No momento que Jesus estava morrendo pelos nossos pecados, Ele dá por completa a Sua missão.

 

A cruz é a exaltação destas 7 palavras

Estas 7 palavras são a exaltação da santa Cruz, a exaltação de Jesus na cruz.

A cruz tem boca, a cruz fala estas 7 palavras:

Perdão

Salvação

Amor

Abandono

Humildade

Vitória

Entrega

 

Ver também:

A cruz é que nos faz

 

terça-feira, 13 de setembro de 2022

A função das lágrimas


3ª feira da XXIV semana comum

Memória de São João Crisóstomo, Bispo e doutor da Igreja, + 407

- Para que servem as lágrimas?

- Servem para limpar ou lavar os olhos do rosto como também para lavar e purificar os olhos do coração.

 

No trecho do evangelho de hoje Jesus caminhava com os discípulos e uma grande multidão, mas parece que ninguém sabia bem quem era ele.

Uma viúva chorava ao levar o seu único filho a sepultar.

Jesus foi ter com ela e enxugo-lhe as lágrimas.

E toda a gente concluiu:

- Apareceu no meio de nós um profeta. Deus visitou o seu povo.

 

Não sei o que foi que aconteceu:

Ou as lágrimas impediam de ver bem e reconhecer Jesus e por isso Jesus enxugou-lhas e só então puderam vê-lo bem (Se choras porque não consegues ver o sol, as tuas lágrimas impedir-te-ão de ver as estrelas, cf. Tagore, poeta e filósofo siangali + 1941).

Ou as lágrimas foram as lentes que precisavam para ver Jesus e a sua presença (cf Papa Francisco, 02/05/2017). De facto, a multidão atrás de Jesus só viu bem depois das lágrimas da viúva de Naim.

Com certeza aconteceram as duas coisas, pois concluíram que Ele era o Profeta e que Deus visitava o seu povo.

 

São João Crisóstomo = João Boca de Ouro

Já que não somos capazes de imitá-lo na boca de ouro, na vida e santidade, esforcemo-nos por imitá-lo no coração.

Já que não somos nenhum Crisóstomo sejamos Crisicardia, isto é Coração de Ouro

 

Ver também:

Ações de Jesus

 

Ver ainda:

Lições da boca de oiro